CRINABEL 3

Com o título “Panspermia: pela ciência evolutiva do que é normal” apresenta-se no dia 17 de Dezembro, pelas 14h30 no Fórum Lisboa, uma peça para 14 bailarinos coreografada por Sandro Santos.
A obra começou a ser preparada em Fevereiro deste ano no estúdio da Crinabel, sendo interpretada pela sua recém-formada companhia de dança contemporânea. O grupo utiliza métodos de estudo e aplicação na dança inclusiva e é constituído por alunos da zona de Lisboa com idades compreendidas entre os 22 e os 45 anos de idade.

CRINABEL 1
 


Ao longo do ano o plano curricular, para além do movimento, abarca uma vasta série de actividades proporcionadas por uma equipa técnica da qual fazem parte psicólogos, professores de educação física, actividades expressivas e música, terapeutas da fala e ocupacional, e outros.

CRINABEL4


Segundo as palavras do autor, Panspermia é ”a hipótese segundo a qual as sementes de vida são prevalentes em todo o universo e que a vida na terra começou quando uma dessas sementes aqui chegou, tendo-se propagado. Essas ideias têm origem nos pensamentos de Anaxágoras, mas a sua versão mais moderna foi proposta por Hermann von Helmholtz.

A Panspermia tanto poderá ser interestelar ou interplanetária. Não existe, contudo, nenhuma evidência sólida, quer para contestar essa teoria quer para a suportar!
No espectáculo, com entrada gratuita, ouvir-se-ão canções de Edith Piaf, Variz e Anthony and the Johnson's.

crinabel 2